sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Os dias de cão acabaram( ainda sendo escrito)

encontrei por ai. Ela que me faz dançar, e corar e voar e sorrir e chorar.
Talvez seja ela a minha estrela guia, uma imagem a qual buscava, para me entender, e interpretar um mundo antes só meu.
Esse mundo repleto de incompreensão e doentio, que convivo constantemente, haviam apenas olhares e atitudes que me mostravam um Eu,interessante a se observar, mas que por fim nada, nem ninguém podiam me oferecer uma leve sombra de seu ritmo e poesia doentios e sombrios. Os que mais me abalavam a cada tic-tac de um dia, de meses e de anos.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

SE existe algo belo nesse mundo é graça que a vida nos proporciona


Eu acho tão bonito
Isto de ser abstrato baby
A beleza mesmo tão fugaz

É uma idéia que existe na cabeça
E não tem a menor pretensão de acontecer

Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então,
A alegria que me dá
Isso vai sem eu dizer

Se amanhã não for nada disso
Caberá só a mim esquecer
O que eu ganho, o que eu perco
Ninguém precisa saber

Eu gosto tanto de você
Que até prefiro esconder
Deixo assim ficar
Subentendido

É uma idéia que existe na cabeça
E não tem a menor pretensão de acontecer

Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então,
A alegria que me dá
Isso vai sem eu dizer

Se amanhã não for nada disso
Caberá só a mim esquecer
E eu vou sobreviver...
O que eu ganho, o que eu perco
Ninguém precisa saber

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

sentir

som

breve

gosto

arrepio

sopro

nuvem

cor

sombra

grande

espaço

queijo

claro

amarelo

flor

tema

festa





correr

sentar

transar

chorar

lamentar

sofrer

amar

pensar

olhar

beijar

tocar

babar

dormir

comer

ser

humem

mulher

criança

somos constantes ser

e contantes

sentir

ainda que cegos

ou surdo

ou mudos

ainda sentimos

em nossa essencia

em nossa alma

somos única

e basicamente dependentes

de nossas correntes elétricas que a cada célula mínima

nos dizem o que é sentir



ainda que cegos surdos e mudos

ainda que sensíveis ao mundo

gotas


escrever é entediante

é revigorante

é alegre

é saboroso ou saborosa?

uma boa metáfora para descrever o que é a escrita é...

comer

Simplesmente, pois quando se alimenta

se conhece um mundo de sensações

do afrodisíaco ao doce

ou amargo.

Escrita é algo antigo

que de forma lenta foi evoluindo.

Hoje para saber escrever tem...de ... saber falar.

Acredito que não falo bem

na verdade falo, hã muito alto?!

É muito alto mesmo(alguns dizem que falo gritando)


Mas escrever é (sem dúvida) uma arte

é ver em lírios

em caracóis

no mar

no choro

no suspiro

no medo

na dor

na morte

na alegria

paixão

loucura

no tudo

no nada

no deserto

no vento

no fogo

na miséria

no fim

no começo

no orgasmo

no nascer

onde quer que seja, ou que queira

o âmago do ser humano...


Talvez os escritores

até os mais sórdidos como jornalistas que perseguem suas matérias vivas

ou os que alimentam a fama da imprensa e seu 5º poder...

Enfim,

escrita e fala ainda que agregadas,

em seu silencio,

ou, em sua aparição maior,

são mera poesia,

a flutuar...

que caem como... gotas de água

em uma fresca chuva

que nos toma inicialmente a cabeça

e quando damos por conta já fazemos parte de seu mundo

terça-feira, 28 de julho de 2009

Bateria que me controla o tempo

Faz muito tempo que me controla o tempo.
Faz muito tempo
e com o tempo que faz
amadureci?!
Descobri que a mulher é objeto
que o negro na verdade é preto!
Senão é discriminação
Descobri que a mulata
ah, a bela mulata e sua traseira
lembra a bela traseira da mula!
Descobri que pra ser macho
não basta nascer macho, basta apenas se impor.
Impor sobre quem?
Se impor sobre o quê?
O homem Adão
A mulher Eva
O pecado, a mulher
O erro a mulher
O Deus masculino
Substantivo
masculino.
Só me falta ser branco!
É faz tempo, muito tempo
infelizmente quase nada mudou
a ignorância? Se reafirmou
o retrocesso? A, esse aumentou
o homem? Está a ler o que escrevo e criticar, ortografia, falta de argumento... E por assim vai...
a mulher? Ah, ela a mulata, ou morena, ou loirinha, está a ver novela, a rir da vida, a cuidar da prole, atrás de seu homem, comprando algo, uma jóias talvez. Ela está aqui, e ali, mas nunca está onde devia!
E já faz muito tempo.
chego a me indignar de tanto tempo
que tudo, tudo segue seu rumo
sem jamais relutar!
E o tic-tac bendito de meu relógio
Ele me controla eu sei
enfim o bendito tic-tac
parou?
Acabou?
Morri?
Não, acabou a bateria
e já... já faz muito tempo!...

segunda-feira, 27 de julho de 2009


Faça-me

Me leve até seu mundo
me faça o ver
me tire as grades
me tire as correntes
me tire o sofrer
me dê o amor e sua poesia
me enxergue como sua
me faça e permita ser sua
me dê as palavras doces de duplo sentido
me diga meras metáforas
me mostre a arte,a lua
me mostre o belo me leve à lua
Me dê palavras e a beleza
Me dê o bom o frágil, o sincero
Me faça livre
Me faça e fim.
Me faça sem meios e sem permeios
Me faça, me domine sem mordaça
Me faça simples tua escrava
de teu amor, tua palavra
meu amor
minha doença

Homenagem a mi avuela


Pele negra
olhos castanhos
rugas que me declaram experiência
pele, olhos e rugas compõem
ah, mulher!
Mulher, mãe, avó bisavó
que levanta dia-a-dia
noite-a-noite
sol e chuva
frio e calor
Sua garra , raça, força e perseverança
És um conjunto
que em perfeita sintonia
formam
minha rainha-mãe
cuja coroa cedida pela vida
e o trono sua família seu
reinado

sem palvras os pontos falam por si

sem palvras os pontos falam por si
...;,?!...

-Miroma-

seja bem vindo ao meu blog leia e critique!
obrigada

Seguidores

Quem sou eu